Como funciona o seguro-fiança no contrato de aluguel?
Voltar para o blog

Como funciona o seguro-fiança no contrato de aluguel?

Na hora de alugar um imóvel, não basta se certificar de que o valor cobrado pelo proprietário cabe no seu orçamento. É preciso também comprovar que não há risco de inadimplência. Quem não dispõe de um fiador que possa assumir a dívida em uma emergência do locatário, tem como alternativa, fazer um seguro fiança no contrato de aluguel. Mas como funciona?

 

O que é o seguro fiança?

Trata-se de uma modalidade de garantia locatícia em que o seguro contratado pelo inquilino, tem o proprietário do imóvel como segurado.

 

Qual é a cobertura do seguro?

O seguro é utilizado basicamente para garantir ao proprietário do imóvel o pagamento do aluguel devido no caso de inadimplência do inquilino, além de multas. Também é possível contratar coberturas adicionais para outras taxas referentes ao imóvel, como IPTU, condomínio, água ou luz, por exemplo. É possível ainda cobrir com o seguro fiança, despesas com ações de despejo e honorários advocatícios.

 

Como funciona a avaliação do inquilino?

A avaliação do inquilino se assemelha as realizadas por instituições de crédito. Restrições cadastrais e a capacidade de pagamento do locatário podem comprometer a aprovação, portanto é importante ficar atento a essas questões.

 

Qual é a renda exigida para a aprovação do aluguel por meio do seguro fiança?

Cada seguradora determina um valor, mas a média é entre 2 a 4 vezes o valor do aluguel. Em alguns casos é possível chegar a esse montante por meio da soma da renda de até 3 pessoas que residirão no imóvel.

 

Quanto custa o seguro fiança?

Não há um valor fixo. Vai depender da variedade de coberturas que o locador solicitar para alugar o imóvel. Em geral, o seguro fiança varia entre 1,2 e 2 vezes o valor de um aluguel. Ele também pode ser parcelado no mesmo número de meses do contrato de locação.

 

Para qual perfil de imóvel pode ser utilizado o seguro fiança?

É possível utilizar o seguro fiança para locação de imóveis urbanos residenciais, imóveis comerciais e não residenciais (como consultórios médicos, por exemplo).

Não é permitido o uso do seguro fiança para locações de estacionamentos, apart-hotéis, hotéis ou similares e locações para sócios ou parentes de donos de imobiliárias e do proprietário do imóvel, entre outros casos.

 

Qual é a documentação necessária para contratar o seguro fiança?

Em geral são os documentos pessoais: Documento de identificação com CPF e comprovante de renda. E se o locatário for empresa, deve ser apresentado contrato social, documentos de identificação e comprovante de renda dos sócios.

 

Como é feito o ressarcimento ao locador no caso de inadimplência do inquilino?

Após o primeiro atraso no pagamento do aluguel, o proprietário deve acionar a seguradora. O primeiro pagamento acontece em até 30 dias. As parcelas seguintes do aluguel serão pagas regularmente pelo seguro até que o inquilino regularize a situação junto à seguradora. Se não houver acerto, o locatário corre o risco de sofrer uma ação de despejo.

 

Além do seguro fiança, existem ainda outras opções de garantia locatícia como depósito caução, fiador e através do seu cartão de crédito.

 

Fique de olho no blog e descubra a que mais encaixa para você.

 

Esse artigo ajudou você a entender melhor como funciona o seguro fiança? Deixe suas dúvidas nos comentários!

Outros posts

  1. 10 Dicas para comprar um imóvel na planta.

    10 Dicas para comprar um imóvel na planta.

    Saiba como se precaver ao fechar esse tipo de negócio que, apesar de vantajoso, embute alguns riscos, como atraso na entrega e falta de qualidade na construção Apesar da acomodação dos preços...

  2. CAIXA libera mais R$ 4 bilhões em crédito imobiliário para trabalhador com conta no FGTS

    CAIXA libera mais R$ 4 bilhões em crédito imobiliário para trabalhador com conta no FGTS

    CAIXA libera mais R$ 4 bilhões em crédito imobiliário para trabalhador com conta no FGTS Vice-presidente de Habitação da CAIXA, Teotonio Rezende, explica as condições para o...

  3. NOVA LINHA DO MINHA CASA MINHA VIDA

    NOVA LINHA DO MINHA CASA MINHA VIDA

    Governo cria faixa intermediária e sobe juros do Minha Casa, Minha Vida  Nova faixa é para renda entre R$ 1,8 mil e R$ 2,35 mil, com 5% de juros.Renda máxima para aderir ao programa ampliou...

Vendas

Vendas
55 98444-0198
Vendas
55 3307-6410

Locação

Plantão
55 98434-9390
Fixo
55 3307-6410

Condomínios

Condomínios
55 99925-6410
Fixo
55 3307-6410

Vendas

Vendas
55 98444-0198

Locação

Plantão
55 98434-9390

Condomínios

Condomínios
55 99925-6410
|