Mercado imobiliário tem incentivo de R$ 1,5 milhão em compras com o FGTS
Voltar para o blog

Mercado imobiliário tem incentivo de R$ 1,5 milhão em compras com o FGTS

A Caixa Econômica Federal anunciou mudanças para a concessão de crédito imobiliário. Atualmente, o limite para o financiamento de imóveis com o saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) é de R$ 950 mil em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Distrito Federal, e de R$ 800 mil nos demais estados.

Segundo a Resolução 4.676, do Conselho Monetário Nacional (CMN), a partir de janeiro de 2019, o limite aumentará para R$ 1,5 milhão em todo o país. As medidas são entendidas pelo mercado como incentivos à construção civil, que teve queda de 5% no PIB (Produto Interno Bruto) no ano passado. Com isso, houve queda de mais de 30,1 mil vagas com carteira e queda de quase 4% nos financiamentos a pessoas físicas nos últimos 12 meses.

De acordo com o Banco Central, em seis anos, as mudanças serão responsáveis por R$ 80 bilhões a mais destinados ao crédito habitacional. Além de movimentar o mercado imobiliário, que se recupera lentamente da recessão econômica pela qual o país passou nos últimos anos.

O BC também promoverá políticas públicas para o incentivo da contratação de financiamento de imóveis de até R$ 500 mil. De acordo com a instituição, é nessa faixa de preço que se concentra o maior déficit habitacional. Com as medidas, pretende-se estimular o setor imobiliário e proporcionar uma maior facilidade de crédito para a população.

Os incentivos são benéficos para aqueles que buscam imóveis em regiões bem localizadas, como é o caso do Jardim Europa, em Porto Alegre. Em abril deste ano, a Caixa já havia anunciado uma queda de juros para o financiamento de imóveis e aumentou o percentual financiado para imóvel usado.

Para compra de imóveis pelo Sistema Financeiro Habitacional (SFH), a taxa mínima de juros caiu de 10,25% para 9% ao ano; já para empreendimentos imobiliários do Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI), a queda foi de 11,25% para 10%. As medidas tiveram como principal propulsor a perda na liderança na oferta desse tipo de serviço com bancos privados.

Outros posts

  1. 10 Dicas para comprar um imóvel na planta.

    10 Dicas para comprar um imóvel na planta.

    Saiba como se precaver ao fechar esse tipo de negócio que, apesar de vantajoso, embute alguns riscos, como atraso na entrega e falta de qualidade na construção Apesar da acomodação dos preços...

  2. CAIXA libera mais R$ 4 bilhões em crédito imobiliário para trabalhador com conta no FGTS

    CAIXA libera mais R$ 4 bilhões em crédito imobiliário para trabalhador com conta no FGTS

    CAIXA libera mais R$ 4 bilhões em crédito imobiliário para trabalhador com conta no FGTS Vice-presidente de Habitação da CAIXA, Teotonio Rezende, explica as condições para o...

  3. NOVA LINHA DO MINHA CASA MINHA VIDA

    NOVA LINHA DO MINHA CASA MINHA VIDA

    Governo cria faixa intermediária e sobe juros do Minha Casa, Minha Vida  Nova faixa é para renda entre R$ 1,8 mil e R$ 2,35 mil, com 5% de juros.Renda máxima para aderir ao programa ampliou...

Vendas

Vendas
55 98444-0198
Vendas
55 3307-6410

Locação

Plantão
55 98434-9390
Fixo
55 3307-6410

Condomínios

Condomínios
55 99925-6410
Fixo
55 3307-6410

Vendas

Vendas
55 98444-0198

Locação

Plantão
55 98434-9390

Condomínios

Condomínios
55 99925-6410
|